Michele Lopes
4 min

Há alguns meses, falamos aqui em nosso blog sobre uma das formas de bloquear o acesso a determinados conteúdos em uma rede, explicamos mais profundamente o que é e como funciona o Firewall.

Como dito anteriormente, o processo de estabelecer um Firewall pode ser um pouco demorado e, desde então, algumas dúvidas chegaram até nós sobre a possibilidade de realizar esse controle de conteúdo de uma maneira mais otimizada, e é sobre isso mesmo que falaremos hoje.

O FIREWALL

Esta é uma solução de segurança que, ao ter um conjunto de regras configurado, analisa o tráfego de rede e realiza o bloqueio de determinados acessos.

COMO FUNCIONA O FIREWALL

Firewall internet

A equipe de TI responsável realiza a configuração das regras de acesso no Firewall da rede, bloqueando endereços IP ou portas que desejam vetar o acesso.

Vale lembrar que, quando houver mais de um IP direcionando para o mesmo site ou servidor, as regras de bloqueio do Firewall deverão incluir todos estes IPs.

FIREWALL COMO SEGURANÇA DE REDE

Em determinados casos, o Firewall pode ser uma solução adequada à necessidade de limitação de acesso, podendo funcionar como uma forma de bloquear determinados acessos que podem prejudicar a rede.

Quando falamos sobre bloqueio de IPs referentes a sites, o Firewall pode apresentar certa ineficiência, pois demanda atualização das regras de bloqueio com mais frequência.

O FILTRO DE CONTEÚDO

Filtro de Conteúdo da Internet, também conhecido por aí com outros nomes como filtro da webfiltro de internetcontent filterproxy web, entre outros que aparecem pela internet. 

Em resumo, também é uma solução com finalidade de bloqueio de acessos, porém é destinada ao bloqueio de sites que podem ou não ser acessados em uma rede.

COMO FUNCIONA O FILTRO DE CONTEÚDO

A base de bloqueio do Filtro de Conteúdo pode ser feita de duas maneiras:

  • Bloqueio de categorias de sites que não podem ser acessados;
  • Liberação apenas de determinados domínios e, consequentemente, bloqueio de todos os outros.

Diferente do Firewall, o filtro não necessita de atualização constante, uma vez que a atualização das categorias de sites, de acordo com seus conteúdos, é feita constantemente por um software.

FILTRO DE CONTEÚDO COMO SEGURANÇA DE REDE

O Filtro de Conteúdo da Internet, portanto, funcionará como um limitador de acesso de sites inapropriados para determinadas redes. Em conjunto com outras ferramentas de gestão de segurança, o filtro atua como uma camada extra de proteção.

Esse limite de acesso pode manter sua rede protegida contra ataques de vírus e, também, acessos a sites ilegais ou que configurem cibercrimes. A importância disso se dá quando pensamos no Marco Civil da Internet, que em primeira instância julga o responsável pela rede, caso este não tenha as providências de segurança corretas para identificar o verdadeiro infrator.


Ambas as soluções não registram informações que indiquem quem tentou acessar determinados sites, é nesse ponto que um gerenciamento de rede com hotspots pode assegurar uma rede muito mais protegida e segura, até mesmo quando falamos em legislação.

Um sistema de hotspot, como o WSpot, funcionará como um portal de conexão, solicitando um cadastro antes de iniciar o uso da e rede armazenando esses dados de cadastro na nuvem, incluindo as informações de Mac Address, o que permite à empresa estar legalmente protegida quanto ao Marco Civil da Internet.

O WSpot é um software de fácil configuração, e tem como uma de suas funcionalidades o Filtro de Conteúdo. É importante lembrar que ter um hotspot e o filtro na sua rede, não impede que utilize uma proteção por Firewall também, todos podem funcionar perfeitamente em conjunto.

Sobre o autor:
Michele Lopes – Analista de Marketing
Amante de tecnologia e marketing, mãe de pet e apaixonada por pessoas
• Linkedin